O PROGRAMA FABRICA DO SOM NOS ANOS 80

Publicado: 09/03/2010 em allTV, Paulo Ragassi, PROGRAMA TAH LIGADO!, Uncategorized
Tags:, , , , ,

Um dos programas que motivaram o formato do PROGRAMA TAH LIGADO! foi o FÁBRICA DO SOM! Sempre digo que o Fabrica é um exemplo de como se deve fazer televisão, e como a cultura e a arte são importantes para a formação de um jovem. O programa Fábrica do Som foi um espaço musical criado pela TV Cultura em parceria com o Sesc para os futuros talentos da música, que foi ao ar pela primeira vez em 12 de março de 1982. Com apresentação de Tadeu Jungle, o programa era gravado no Sesc Pompéia e mostrava o trabalho independente de jovens artistas que produziam uma música diferente e tinham a preocupação de não se submeter a gravadoras. Uma vez por semana os iniciantes contracenavam com gente consagrada.  Esses jovens artistas são, hoje, alguns dos nomes mais importantes da cena do rock nacional, entre eles, Titãs, Ira! e Ultraje a Rigor. O Fábrica do Som foi escolhido Melhor Musical pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) em 1982.  Estiveram no programa artistas revelados no I Festival Universitário de Música Popular Brasileira, promovido pela TV Cultura no final dos anos de 1970, como Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção e o grupo Premeditando o Breque. “O Fábrica do Som e o Sesc Pompéia surgiram num momento de grande efervescência em todo o país”, explica Estanislau da Silva Salles, gerente da unidade na época e hoje gerente de programas socioeducativos do Sesc. Ele comenta que o programa foi um marco na história da cidade e até do país. “O público chegava a duas mil pessoas, vinha gente até de outros estados.” A comunhão foi perfeita, o Sesc Pompéia tinha nascido para ser algo realmente novo e o pessoal que idealizou o Fábrica do Som só tinha olhos para a novidade.  As histórias daquela época são muitas, entre as memoráveis vale lembrar a de João Barone, baterista do Paralamas do Sucesso, tocando com o Ultraje a Rigor, com o Língua de Trapo, os Titãs e o Ira!. Teve também o poeta Paulo Leminski falando sobre a geração beat; o poeta Wally Salomão recitando poemas; Luís Fernando Guimarães cantando (!!!) no grupo Asdrubal Trouxe o Trombone; e a presença de José Roberto Aguillar com sua Banda Performática. Isso sem mencionar as várias conversas malucas que Tadeu Jungle tinha com a platéia. Para quem nunca assistiu ao programa segue um link super legal: http://www.youtube.com/watch?v=oPAkELRTwb4. Confiram!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s