A MINEIRIDADE LATENTE NO PRIMEIRO CD AUTORAL DE HUGO BRANQUINHO

Publicado: 24/01/2013 em Uncategorized
Tags:, , , , , , , , , ,

hugobranquinho2

Num café bem informal com a minha amiga a cantora, compositora, e multi-instrumentista Beatriz Rodarte, acabei conhecendo esse talento chamado HUGO BRANQUINHO, que está lançando o seu primeiro trabalho autoral independente intitulado “EMBRIÃO”. Ouvi atentamente faixa por faixa do CD, e não tem como não se envolver e viajar com as letras e melodias, e lógico a mineiridade latente!

Assista ao teaser EMBRIÃO – Sonhar:

Entre as montanhas de Minas, em parcerias autorais notívagas como em canjas nos bares de Três Pontas, o ainda adolescente Hugo Branquinho, começava seus passos na música. Da pequena cidade, em 2008 partiu para São Paulo, a maior cidade do Brasil, onde estudou Artes Cênicas na Faculdade Paulista de Artes – FPA e também na Escola Livre de Teatro de Santro André. Artes vizinhas, mesmo se dedicando ao teatro nunca abandonou a música, aliás, foi além. Já cantava, tocava violão e compunha e através do convívio teatral, buscou conhecer outros instrumentos, como a flauta transversal, o sax e o clarinete. Participou ainda em shows com o Grupo Änïmä Minas, formado para interpretar canções de Milton Nascimento, com quem dividiram o palco em várias ocasiões, como na divulgação de sua biografia em várias capitais e no programa Altas Horas. Com Milton, participou também do DVD Pietá, ganhador do Prêmio TIM em 2007 e do mais recente CD “E a gente sonhando…”, onde fez parte do coro e foi convidado para um solo vocal na canção “Amor do Céu, Amor do Mar”. Através desse mesmo CD, participou da turnê nacional em 2011, cantando em capitais brasileiras como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Aos 24 anos, seu primeiro CD autoral independente, intitulado Embrião, que tem a participação especial do conterrâneo Milton Nascimento na música “Antônio” – composta por Hugo para seu filho – e de seu irmão Heitor Branquinho, que interpreta a parceria “Aguar” e também assina a produção musical. Gravado em São Paulo e no Rio de Janeiro, o álbum representa o apanhado de influências que Hugo colheu ao longo de sua caminhada, passeando com identidade marcante por sambas e baladas, além de ritmos, harmonias e poesias onde pode-se sentir a mineiridade latente.

Ouça as faixas “Sonhar”, e “Antonio” – com a participação especial de Milton Nascimento:

Conta com músicos como Débora Gurgel (piano), Thiago “Big” Rabello (bateria), Heitor Branquinho (baixos, violões e vocais), Emílio Martins (percussão), Raul Coutinho (guitarra e viola), Willian dos Santos (acordeon) e Deni Domenico (bandolim) e com os parceiros Thales Mendonça, Heitor Branquinho, Rafael Guerche e Enrique Aue, emprestando seus talentos para que o álbum soe com a pureza que a amizade traduz tão bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s