Sala de Sons e Polaroids Beatriz Rodarte cria espetáculo inédito com cenário que une suas criações sonoras e visuais

Publicado: 14/03/2013 em Uncategorized
Tags:, , , , , , , , , , ,

SALA DE SOM - 05-04-13

Estréia dia 05 de abril o espetáculo “Sala de Sons e Polaroids” ,  da cantora, compositora, e instrumentista mineira Beatriz Rodarte, com a participação especial do cantor e instrumentista Jota Erre, e da fotógrafa Renata Thompson, no Ao Vivo Music Bar em Moema.

Visualize uma sala de estar totalmente ambientada nos anos 50 e 60, onde você poderá escutar canções e apreciar fotos descoladas, nostálgicas e até mesmo, acompanhar performances ao vivo das imagens do show, projetadas por um fotógrafo convidado. A cantora e compositora mineira Beatriz Rodarte criou um projeto inédito, capaz de unir suas duas grandes paixões: a música e a fotografia. Trata-se do “Sala de Sons e Polaroids”, um espetáculo onde o público possa interagir com fotos e escutar canções exclusivas do seu novo CD “Natural”, além de outras músicas.

Chamada Primeira edição Sala de Sons e Polaroids – Beatriz Rodarte e Jota Erre:

“A ideia é compor um cenário com poltronas antigas, pufes, vinis, vitrola e um espaço para expor fotos. Um clima bem aconchegante, sonorizado com novas e velhas canções”, revela Beatriz. No espetáculo, a artista deverá encenar momentos da sua vida, suas horas de intimidade ao compor e a relação com parceiros musicais e outros compositores. Cada show apresenta uma simulação de como as músicas são criadas e conta com a participação de um convidado especial, tudo com a atmosfera de uma sala de estar, como se estivéssemos dentro da casa da artista. A duração do espetáculo é de uma hora e meia. Duetos e versões inéditas de músicas conhecidas também serão apresentados.

SERVIÇO: SALA DE SONS E POLAROIDS – BEATRIZ RODARTE – JOTA ERRE – FOTÓGRAGA RENATA THOMPSON – LOCAL: AO VIVO MUSIC – RUA INHAMBU, Nº 229, MOEMA – HORÁRIO: 22H –  BILHETERIA – R$20,00 

Beatriz Rodarte

IMG_0439

Mineira de Belo Horizonte, Beatriz Rodarte começou sua carreira aos dez anos. Teve aulas de canto com o mestre Maurício Tizumba. Ainda na adolescência participou de diversos projetos musicais como Trampolim, Canto em Qualquer Canto, Ensaio Aberto, Mostra de Cantores, entre outros. Mais tarde fez parte do grupo Tambor Mineiro e participou da gravação de seu primeiro CD, “Tambor Mineiro”. Com este trabalho dividiu o palco com nomes como Chico César, Paula Santoro, Pedro Luis e Milton Nascimento. Ao longo da sua trajetória, teve participações em inúmeros CDs de artistas como Ezequiel Lima, Péricles Garcia, Banda Pendulum, Alexandre Az, Banda Alcalyno, Trio Jerimum e Trio Bodocó. A cantora também fez parte do grupo Harém da Imaginação. O primeiro disco solo de Beatriz Rodarte, “Circo de Ilusões”, foi lançado em 2009. Neste trabalho, a artista invoca seu talento percussivo e o alia com o potencial da sua voz. A obra marcou sua entrada no caminho das composições autorais e também contou com músicas de Milton Nascimento, Ronaldo Bastos, Alexandre Az, Tino Gomes e Tom Nascimento.

Jota Erre

Jota Erre

Regendo o próprio beat e tendo em mente a sua rítmica com fórmulas inusitadas de compasso, Jota Erre traz a novidade “Jota Erre – Por Extenso” Tendo o ponto de partida de toda a sua criatividade e da voz ímpar à expressão do que sente, marcas primordiais de seu trabalho, o artista Jota Erre explora as facetas de sua sensibilidade e lirismo em seu primeiro trabalho autoral: “Jota Erre. – Por Extenso”. Nada nele é abreviado, superficial. As canções trazem temas atuais, como a sustentabilidade e os tradicionais conflitos nas relações humanas. Os ritmos, as músicas e as melodias são facilmente percebidos nas entranhas das canções. E retratam, acima de tudo, a ‘diversidade’. Diversidade esta composta pelo olhar de um artista com raiz pernambucana, que se transforma e se desenvolve no ambiente cosmopolita de São Paulo e se permite flanar e influenciar pela música de várias partes do mundo.

Renata Thompson

SONY DSC

Renata Thompson, depois de mais de 15 anos de mercado financeiro, foi convertida para a fotografia. O gosto pela arte fotográfica vem desde a infância mas foi preciso um ano sozinha em Paris para perceber que a fotografia era mais que uma paixão mas o seu meio de expressão. Através de sua fotografia Renata procura registrar seu encanto pelos momentos que muitas vezes passam desapercebidos em nosso cotidiano. O trabalho fotográfico de Renata se iniciou em Paris em 2008 e se intensificou até 2012 quando se tornou sua principal ocupação. Hoje além da sua produção artística, Renata também se dedica a retratar pessoas nos seus momentos mais espontâneos e descontraídos. Renata é formada em economia pela Fundação Armando Alvares Penteado, com especialização em finanças pelo IBMEC. No campo da fotografia, fez o curso de capacitação profissional no IIF- Instituto Internacional de Fotografia, além de cursos com os fotógrafos Vera Albuquerque e Marcelo Greco. Renata é uma mãe e esposa feliz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s