feira1808

Nesta sexta no PROGRAMA TA LIGADO, Paulinho Ragassi e Karina Carlla, recebem nos estúdios da http://www.alltv.com.br, a jornalista, escritora, e fotógrafa BRUNA FONTE, falando de seu livro “Essa Tal de Bossa Nova”, e os organizadores da FEIRA DE VINIL DA PIZZARIA BENDITA HORA.

A exposição de discos diferente volta ao bairro de Perdizes em São Paulo,organizada pelos próprios expositores  para atender melhor o colecionador de discos que é quem deve ser o centro da atenção. A idéia principal é fazer uma grande celebração de colecionadores e aficcionados pelo vinil, novamente, como em abril passado. Em todos os aspectos, com melhores condições de compras e acesso a produtos exclusivos, alem do atendimento com aquele chopp gelado e porções e almoço por quilo para acompanhar a audição do melhor da musica. Som ambiente rolando com estacionamento fácil bem ao lado do local. A rua é calma, e num dia tranquilo: o domingo Você poderá escutar lps num espaço dedicado somente a isso. preocupação diferenciada com os colecionadores e compradores em mais de 1 mil metros quadrados para exposição, ambiente descontraido, próprio para fazermos essa confraternização. Muito metal, rock, blues, soul, jazz, punk, mpb.

maiores informações:
no telefone 11 4411-1974 e 11 98346 9924
no facebook na comunidade = feira de vinil
email: feiradevinil@gmail.com

Pizzaria Bendita Hora
Rua Wanderley, 795 – Perdizes
Domingo, 18 de agosto de 2013
das 11 horas / 20 horas

Essa tal de Bossa Nova 2

A TRAJETÓRIA DA BOSSA NOVA VISTA A PARTIR DA MEMÓRIA DE ROBERTO MENESCAL

A autora Bruna Fonte realizou uma série de entrevistas com Roberto Menescal, um dos mais prolíficos autores e criadores da bossa nova. Com tratamento textual na primeira pessoa, é a partir das falas de Menescal que a história vai sendo contada. Revela-se que no início a vertente da bossa nova da qual participou ativamente o violonista Menescal era quase uma brincadeira de adolescentes que tinham em comum o gosto pelas pescarias e pelo mergulho, além de fazerem um tipo de música inédita até aquele momento, formatado a partir da união do samba com o jazz. Mas houve um momento, mais precisamente em 1962, que essa brincadeira quase amadora acabou se tornando uma coisa séria. A turma de Menescal, mais Tom Jobim, João Gilberto e outros, topou participar do célebre show no Carnegie Hall, em Nova York. Menescal conta que até não teve interesse em participar, porque tinha uma pescaria marcada. Histórias como esta permeiam o relato, que também dá conta da vitoriosa carreira de Menescal, violonista, compositor, diretor de gravadora e produtor em atividade até hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s