Posts com Tag ‘Lucy Campos’

TALIGADO5ANOS

Evento que ocorre próximo dia 12 de novembro reúne nomes da MPB, como:
Izzy Gordon, Thiago Varzé Andrea Costalima,Tavito, Lucy Campos entre outros

O web programa Ta Ligado, da ALL TV , completa cinco anos e quem ganha presente é o público. O show de comemoração ocorre próximo dia 12 de novembro, a partir das 20h, no Ao Vivo Music, localizado à Rua Inhambu, 229 – Moema, com grandes nomes da música brasileira, são eles: Izzy Gordon, Beatriz Rodarte, Thiago Varzé, Lucy Campos, Gerson Conrad & Trupi, Tavito, Andrea Costalima e Tércio Guimaraes.

O programa que é apresentado pelo apaixonado por música e advogado Paulo Ragassi e pela atriz Carolina Hossri, vai ao ar toda as sextas-feiras pela ALLTV, das 15h às 16h, tem um formato bem descontraído que geralmente mescla, entrevista, musical, agenda cultural e dicas. Já é um espaço alternativo conhecido aos que desejam informação sobre as novidades do meio, bem como também pelos que se interessam pelo resgate de artistas consagrados.

“Será uma noite de boa música e muitas surpresas”, revela Paulo Ragassi.

Serviço:

Evento: Ta Ligado comemora 5 anos e promove festa no Ao Vivo Music, com:

Izzy Gordon, Beatriz Rodarte, Thiago Varzé, Lucy Campos, Gerson Conrad & Trupi, Tavito, Andrea Costalima e Tércio Guimaraes.

Data: 12 de Novembro

Local: Ao Vivo Music | Rua Inhambú, 229, Moema

Horário: A Partir das 20h

Reservas: www.aovivomusic.com.br

Valor: R$20,00

Anúncios

Mirianes

Mirianês Zabot retorna ao palco do Ao Vivo Music no dia 25 de abril, às 21h30, com seu novo show “Minha Terra Alheia”, antecipando canções de seu próximo CD. A cantora gaúcha, radicada em São Paulo, se apresenta acompanhada dos músicos Marcelo Amazonas (piano) e Claudinho Santana (percussão).

O repertório se desenrola sob um fio condutor, versa sobre as emoções e motivações de pessoas que se deixam conduzir pela necessidade ir embora do lugar onde vivem. Entre composições próprias e de novos compositores, releituras de ícones como Trenzinho Caipira, Heitor Villa-Lobos; Com a perna no mundo, Gonzaguinha; Disparada, Geraldo Vandré/Theo de Barros e mais de Dorival Caymmi, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Belchior, etc. O roteiro conta ainda com intervenções de textos poéticos, criando uma atmosfera que interliga canções que falam sobre o tema e suas implicações.

Serviço: Show “Minha Terra Alheira”, com Mirianês Zabot. Faixa etária: livre. Dia 25 de abril, às 21h30. Ingresso: 20,00 (exclusivamente para o pagamento do ingresso não é aceito cartão de crédito). Local: Ao Vivo Music. Endereço: R. Inhambu, 229, São Paulo – SP. Lotação: 110 lugares. Informações: (11) 5052-0072. Sobre a cantora: www.mirianeszabot.com.br.

SALADESONS2

Beatriz Rodarte cria espetáculo inédito com cenário que une suas criações sonoras e visuais. e nesta segunda edição Beatriz Rodarte convida Dandara, Paulo Monarco, e a fotógrafa Érica Pereira, no Ao Vivo Music, dia 4 de maio às 22H30.

Visualize uma sala de estar totalmente ambientada nos anos 50 e 60, onde você poderá escutar canções e apreciar fotos descoladas, nostálgicas e até mesmo, acompanhar performances ao vivo das imagens do show, projetadas por um fotógrafo convidado.

Ouça a Faixa Natural:

A cantora e compositora mineira Beatriz Rodarte criou um projeto inédito, capaz de unir suas duas grandes paixões: a música e a fotografia. Trata-se do “Sala de Sons e Polaroids”, um espetáculo onde o público possa interagir com fotos e escutar canções exclusivas do seu novo CD “Natural”, além de outras músicas “A ideia é compor um cenário com poltronas antigas, pufes, vinis, vitrola e um espaço para expor fotos. Um clima bem aconchegante, sonorizado com novas e velhas canções”, revela Beatriz. No espetáculo, a artista deverá encenar momentos da sua vida, suas horas de intimidade ao compor e a relação com parceiros musicais e outros compositores. Cada show apresenta uma simulação de como as músicas são criadas e conta com a participação de um convidado especial, tudo com a atmosfera de uma sala de estar, como se estivéssemos dentro da casa da artista. A duração do espetáculo é de uma hora e meia. Duetos e versões inéditas de músicas conhecidas também serão apresentados.

 

Beatriz Rodarte

IMG_0439

Mineira de Belo Horizonte, Beatriz Rodarte começou sua carreira aos dez anos. Teve aulas de canto com o mestre Maurício Tizumba. Ainda na adolescência participou de diversos projetos musicais como Trampolim, Canto em Qualquer Canto, Ensaio Aberto, Mostra de Cantores, entre outros. Mais tarde fez parte do grupo Tambor Mineiro e participou da gravação de seu primeiro CD, “Tambor Mineiro”. Com este trabalho dividiu o palco com nomes como Chico César, Paula Santoro, Pedro Luis e Milton Nascimento. Ao longo da sua trajetória, teve participações em inúmeros CDs de artistas como Ezequiel Lima, Péricles Garcia, Banda Pendulum, Alexandre Az, Banda Alcalyno, Trio Jerimum e Trio Bodocó. A cantora também fez parte do grupo Harém da Imaginação. O primeiro disco solo de Beatriz Rodarte, “Circo de Ilusões”, foi lançado em 2009. Neste trabalho, a artista invoca seu talento percussivo e o alia com o potencial da sua voz. A obra marcou sua entrada no caminho das composições autorais e também contou com músicas de Milton Nascimento, Ronaldo Bastos, Alexandre Az, Tino Gomes e Tom Nascimento.

 

Dandara

dandara

Em 2008 recebeu o primeiro lugar no Festival do Intérprete e da Canção – 1º FICA, em São Paulo. Em julho de 2010 interpretou a canção “Pavana Para Uma Terra Viva” de Tom Zé e André Lima, ganhadora do Prêmio Musique Estadão (2ª Edição Julho 2010). No mesmo ano conquistou o 1º Lugar no 36º Festival de Música de Ilha Solteira com a canção Pirataria (letra: Ieda Varejão/melodia: Dandara). Em sua formação musical, Dandara passou pela ULM (Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim), Pat Escobar, Jeane LoVetri e, atualmente, Sandra Espirezs.

Paulo Monarco

paulomonarco

Paulo Monarco (24) é um jovem compositor, cantor e instrumentista. Um dos maiores talentos dessa novíssima geração. Músico desde os onze anos e ganhador de diversos festivais, em 2009 lançou seu primeiro EP. Além de ser apontado como uma das maiores revelações nos últimos anos da música mato-grossense, Paulo Monarco vem construindo uma belíssima trajetória na música brasileira. Em seu repertório canções próprias e inéditas, parcerias com compositores importantes e consagrados – Celso Viáfora, Dulce Quental – além de releituras de músicas de parceiros; muitos deles também jovens autores, responsáveis por boa parte da produção musical brasileira contemporânea.  O modo de cantar e tocar seu violão? No palco se transforma em feiticeiro, guiando o pensamento por caminhos que apenas ele consegue explicar” (Maicon se complementam numa sincronia intensa que evidencia e caracteriza suas canções. “Mais do que um prodigioso violonista, Paulo Monarco revela-se um extraordinário cantor. De forma audaz e despretensiosa, assaz afinado, sem deslizes, está sempre muito a vontade em palco” (Protásio de Morais, Folha do Estado MT). “Quem é Paulo Monarco? Ator? Poeta? Compositor? ProdutorRodrigo, sobre o Calango 2010). Quem não o conhece descobre um compositor ousado, um intérprete vigoroso e um artista que desperta aos ouvidos aguçados atenção. 

 

SERVIÇO

SALA DE SONS E POLAROIDS por Beatriz Rodarte

Participação: Dandara e Paulo Monarco

Fotógrafia: Erica Pereira

Local: AO VIVO MUSIC

Endereço: R. Inhambu, 229 – Moema São Paulo

Quando: 04 de maio de 2013 às 22h

Bilhetera: R$ 20,00

Tel.: (11) 5052-0072

BandaFunkBrasilok

Nesta sexta-feira dia 19 de abril, no PROGRAMA TAH LIGADO!, Paulinho Ragassi & Lucy Campos recebem nos est[udios da www.alltv.com.br a BANDA FUNK BRASIL.

A Funk Brasil é uma banda que mistura estilos musicais como funk, Soul e jazz. Tem como principais influencias James Brown, Weather Report, Tower of Power, Earth Wind & Fire, Wood Herman, Chick Corea, Bob Marley e The Beatles. Banda originalmente formada em São Paulo capital em 2010, pelo baixista e produtor Rubem Farias, que teve a oportunidade de trabalhar com grandes músicos e Band Liders, como Bocato, o qual o influenciou a começar um projeto musical devido a sua excelência em montar arranjos musicais e espírito de liderança. Rubem então começou a banda convidando amigos que se encaixavam a proposta do projeto. A banda possui apenas músicas instrumentais groovies e dançantes com uma surpresa a cada compasso com toques de improviso. O grande diferencial da banda encontra-se nas composições bem estruturadas com alto nível de criação e bom gosto, sem deixar de lado a simplicidade do som brasileiro, o que leva entretenimento e diversão a diferentes públicos.  A marca registrada dos integrantes da banda é o comprometimento profissional e o espírito de grupo, o que é prioridade para a Funk Brasil. A proposta central do projeto é fazer com que o público sinta-se livre como as próprias melodias das músicas. Já participaram dos shows da Funk Brasil, grandes nomes como: Filó Machado, Bocato, Dom Paulinho Lima, David Silva e Flávia Menezes.

 

MARCO DA COSTA baterista e produtor musical trabalhou com varios nomes da MPB (RITA LEE, ITAMAR ASSUMPÇAO, PEDRO MARIANO, BOCATO, VANIA ABREU, PATIF E BAND, PATRICIA TALEM, FLAVIO VENTURINI,) artistas internacionais como (LUBA MASON, RUBEN BLADES,RUSSELL FERRANTE, JIMMY HASLIP, CHRISTIAN MCBRIDE,JANE MOMHEIT) ganhou o grammy em 2004 com o primeiro cd da cantora MARIA RITA , tambem realizou gravaçoes em nos (E.U.A Los Angeles e New York) e na europa. Atualmente faz parte da banda FUNK BRASIL, ISCA DE POLICIA, PATRICIA TALEM, VANIA ABREU entre outros.

 

GILENO FOINQUINOS Músico guitarrista.natural da cidade de Cametá no Estado do Pará. Teve seu primeiro contato com o violão foi aos 6 anos de idade,aos 13 anos já tocava profissionalmente em bandas de Baile e com artistas do cenário artístico belenense . Integrou a Amazônia Jazz Band, trabalhou com vários artistas entre os quais Walter Bandeira, Fafá de Belém, Sebastião Tapajós, Andréa Pinheiro ,Yaniel Matos ( pianista Cubano), Proveta,Nenê, Ney Conceição, Kzan Gama, Tinnoco Costa, Luis Pardal, João Marcos Mascarenhas , trombonista Bocato, Leo Maia entre tantos outros. Recentemente participou de gravações com Roberto Carlos e Roberta Miranda. Radicado em São Paulo há mais de 10 anos, desenvolve um trabalho musical baseado em suas composições, buscando a origem Amazônico-brasileira em fusão com ritmos mundiais.  Atualmente, está em estúdio gravando seu novo cd de música instrumental, com um toque bem peculiar, misturando ritmos, sonoridades e texturas da música amazônica nesta requintada obra. Não tardará para que possamos apreciar o resultado desta efervescência cultural.

 

ARY HOLLAND é um músico completo, que reúne a totalidade daquelas características que fazem alguns músicos brasileiros serem admirados, respeitados e requisitados pelo mundo afora: talento, formação musical, experiência e um “molho” fora do comum.

Como pianista, tem algumas característica diferenciadoras: lidera combos ou acompanha com experiência; tem repertório popular vasto, sobretudo com os standards do jazz, da bossa nova e da mpb como um todo; é um improvisador talentoso, com idéias estéticas sempre inovadas e muito “assunto”. Como arranjador, tem muita experiência: no seu portfólio de colaborações com vários artistas, foi responsável por arranjos e exerceu a direção musical na maioria das formações em que participou. Como dono de estúdio, domina as técnicas de gravação desde os tempos das máquinas analógicas, sendo um precursor no uso das tecnologias digitais mais avançadas; nestes últimos 20 anos, arranjou, produziu, criou e tocou em várias dezenas de álbuns de artistas dos mais variados gêneros, brasileiros e estrangeiros, sem contar os trabalhos publicitários… Enfim, o Ary – pelo que é e pelo que toca – é um daqueles caras que agradam audiência. E pode perguntar por aí: é um pianista com quem os músicos gostam de tocar…

 

JORGINHO NETO começou seus estudos, na universidade livre de musica Tom Jobim ,estudou quatro anos trombone popular, ganhou como solista o festival da (U.L.M.), participou da orquestar jovem tom jobim, onde trabalhou tres anos com o maestro Roberto Sion.atualmente trabalha com Funk Brasil, big band sound scape,big band savana, big band retete, big urbana, mantiqueira e está com o primeiro cd solo de sua carreira (jorginho neto samba jazz).

 

RUBEM FARIAS contrabaixista, multi instrumentista, compositor, arranjador, e produtor musical,trabalhou com diversos artistas entre eles FILÓ MACHADO, MAFALDA MINNOZZI, GILBERTO GIL, BOCATO, CLAUDIO ZOLI, SANDRA DE SÁ, LEYDE ZÚ, NEGRA LEE, CRISTINA OLIVEIRA, CIDINHO TEIXEIRA, BANDA RED, FAFÁ DE BELEM, TOMATI, MICHELE SPINELLE, SOUL TRAIN, VANESSA JACKSON ENTRE OUTROS.

 

RUBEM FARIAS hoje com 3 discos autorais gravados (RESPOSTA que tem como tema a traduçao de estimulos internos e externos em resposta sonora,AMASSUNO, que tem como tema a importancia dos rios e da preservação do meio ambiente , e O PROJETO FUNK BRASIL que traz como influencia meados da decada de 60 e 70 com uma mistura de soul funk, Jazz e Rock )

 

VINICIUS CHAGAS um dos mais talentosos saxofonistas brasileiros proprietario de um estilo vibrante e autentico , ja trabalhou com BOCATO, LEO MAIA, RUBEM FARIAS, MARCO DA COSTA, SOUL TRAIN, ENTRE OUTROS .

karinacarlla3

Nesta sexta-feira, dia 12 de abril às 16h no PROGRAMA TAH LIGADO!, Paulinho Ragassi & Lucy Campos recebem nos estpudios da www.alltv.com.br a cantora KARINA CARLLA.

 

A cantora paulistana Karina Carlla apresenta em seu trabalho uma musicalidade genuinamente brasileira. Com seu timbre aveludado e sutil, faz um mergulho no universo de nossa música trazendo à tona releituras de clássicas consagradas e dando a luz a novas canções. Noel Rosa, Tom Jobim, Lô Borges, Cartola, Chico Buarque, Baden Powell e João Donato são alguns que desfilam por sua voz, numa atual e sólida formação com trio (violão/guitarra, baixo acústico e bateria/percussão) que têm promovido espetáculos na cena paulistana. Sua formação musical eclética mistura influências de diversos gêneros e percorre desde estrelas do rock até as mais profundas raízes de nossa música, como nosso forró, baião e samba, conferindo a seu estilo uma marca muito pessoal. Carreira Antes de se lançar num horizonte musical, Karina Carlla cursou artes cênicas no Teatro Escola Macunaíma e Escola Livre de Teatro de Santo André. Iniciou sua trajetória dentro da música em 1999, quando ainda garota esteve à frente de bandas de rock e Mpb. Desde então, vem misturando e aperfeiçoando todas as suas influências que passam porcantoras como Elis Regina, Gal Costa, Marisa Monte, Leila Pinheiro e Leny Andrade e pelos compositores Tom Jobim, Chico Buarque, os mineiros do Clube da Esquina, Zé Keti, Caetano Veloso, Sérgio Sampaio e Bezerra da Silva. Em 2002 a cantora participou do coral da Prefeitura de São Caetano do Sul na Fundação das Artes. De lá para cá estudou no conservatório Souza Lima, realizou também oficinas de percussão corporal. Karina estudou canto com os renomados professores Saulo Javan Iervolino, Isa Taube e desde 2008 estuda e pesquisa ao lado de ninguém menos que Tutti Baê. Em 2010 a cantora realizou um projeto sobre a obra de Chico Buarque, intitulado “Desvairada”, em que encarna o “eu lírico feminino” desvendando o cotidiano amoroso através de seus medos, anseios, desilusões, separações e felicidades. Com este trabalho teve um grande amadurecimento musical e hoje busca cada vez mais um aprimoramento em seus estudos e pesquisas. Atualmente está gravando seu primeiro disco com produção de Sandro Albert – guitarrista que já teve em seu primeiro álbum participação de Milton Nascimento. Neste primeiro disco Karina Carlla traz composições de Sandro Albert, Alexandre Lemos, Álvaro Petersen, entre outros e um canção sua.

08621857-ex00

Por Camila Garófalo em 31 de março de 2013 (Fonte  http://catracalivre.folha.uol.com.br)

Existem milhares de documentarios espalhados na internet sobre música brasileira para assistir de graça. A ideia de Pedro Consorte foi reunir, em seu blog pessoal, mais de 60 dessas obras e transformar o material em um grande catálogo online.

Um dos filmes da lista é o “”:

 

Para Pedro, compilar esses vídeos significa fazer bom uso das ferramentas disponíveis “A cada dia, a gente descobre novas possibilidades na internet e, por causa disso, a mídia é constantemente desafiada a repensar como lida com seus produtos”, sugere. 

Tendo em sua lista de filmes favoritos documentários sobre o samba (“Meu tempo é hoje – Paulinho da Viola” e “Música para os olhos – Cartola”) o blogueiro tem a consciência de que precisa dançar conforme a música “Se tivermos que pagar para assistir filmes online, menos pessoas assistirão”, deduz.

Visionário, fez uma busca na internet e descobriu que não havia listas como essa e, portanto, fez sua própia seleção: “Se os filmes forem de graça mais pessoas assistirão e os sites terão que desenvolver novas estratégias para lucrar em cima isso”, justifica os 60 mil acessos no post até agora. http://pedroconsortebr.wordpress.com/2012/10/30/documentarios-sobre-a-musica-brasileira-lista-completa/ 

Vanessa2

Algumas cantoras sobem ao palco, cantam, e ai voce percebe que realmente Deus existe e que deu talento e carisma de sobra!! É o mais perfeito e cristalino exemplo de nossa convidada no PROGRAMA TAH LIGADO! desta sexta às 16h pela http://www.alltv.com.br. Paulinho Ragassi & Lucy Campos recebem a cantora VANESSA JACKSON.

 

Com 30 anos, a cantora Vanessa Jackson, que foi criada num conjunto habitacional paulista, nasceu numa família de músicos, o pai Francisco Moraes é musico profissional e seu tio, é o mítico pianista de samba-jazz, Dom Salvador. Isso despertou muito cedo o interesse de Vanessa pela música, e aos três anos começou a cantar as primeiras canções e passou a se apresentar nas festas da família. Passou pelo conservatório para estudar música clássica e aos treze anos iniciou sua carreira como cantora na noite, fez backing-vocals, nos grupos Art Popular, Soweto e Wilson Simoninha, e foi titular de uma banda que se apresentava em bailes e formaturas. Sobreviver de cantar para ajudar a família não foi tarefa das mais fáceis, e Vanessa chegou a pensar em desistir, uma decisão que teria se concretizado, não fosse a intervenção de Wilson Simoninha. Eleita pelo publico com aproximadamente 18 milhões de votos, ganhar o FAMA, foi o primeiro passo que a consagraria entre os grandes nomes da MPB. Vanessa levou para casa experiência e um contrato para gravar seu primeiro disco. Inicia-se então uma trajetória que começou como um sonho de menina e que inaugura uma nova fase que poderá colocá-la no primeiro time da MPB, que ela mesma intitula como Música Preta Brasileira. Ciente do carisma e talento da cantora, com sua voz de legitimo acento soul, a primeira gravadora arregimentou uma produção, conduzida por Guto Graça Mello, que produziu seu primeiro trabalho. Administrar o sonho não é tão simples para um a garota de origem humilde. Seu primeiro dilema foi escolher entre gravar no Abbey Road, o estúdio dos Beatles na Inglaterra, ou rumar para Hollywood. Decidiu gravar em Los Angeles, no inicio de setembro de 2002. Diante de tal sucesso, a artista foi convidada para fazer uma apresentação especial em Barcelona no canal TVE em janeiro de 2003 para o programa “Operacion Triunfo” uma versão espanhola do Fama. Cantou em Angola em Abril de 2003 no evento “DIA DA PAZ E RECONCILIAÇÃO” ao lado de Jimmy Cliff, Youssou N`Dour, Araketu, Roberto Carlos, Dog Murras, Erica Nelumba, Shaggy, entre outros. Fez shows em Punta Del Leste e também em várias cidades do Japão. Apresenta-se no Bourbon Street onde começou sua carreira e continua fazendo shows e eventos corporativos. Participou também do musical Rock Show, de Hudson Glauber e teve a supervisão de Wolf Maya, onde ela e mais 21 atores contaram a história do rock!