Posts com Tag ‘Tratore’

OTEMPOSALTA

“Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos (…)”, e a boa nova é o show “O Tempo Salta” de Daniella Alcarpe, dia 01 de setembro no Teatro Alfredo Mesquita.

Há que se escutar Daniella Alcarpe. Há muito de beleza. Há muito de responsabilidade. Com os compositores que escolheu cantar, com seus ouvintes.

Formada em Música e recentemente pós-graduada em “Cancão Popular”, Daniella há anos pesquisa o nosso cancioneiro, numa carreira dedicada a cantar o que há de mais brasileiro na música popular brasileira. Foi assim com o primeiro CD, que trouxe vários ritmos tradicionais do nosso Brasil. É assim com o segundo CD, “O Tempo Salta” em que Daniella reúne músicas consagradas e composições inéditas mostrando, com sua seleção, que por mais que o tempo salte, a beleza da tradição da nossa música popular está viva e vai muito bem, renascendo todos os dias no coração de novos compositores ou daqueles já admirados pelo público. Por isso, ao lado de um novíssimo tango à brasileira, Lágrima de Amor, de Tiê Alves, escutamos jóias como “Trem das Cores” de Caetano Veloso, “Passarim” de Zé de Riba e “Chorando em 2001” de Carlos Careqa, com participação do autor na gravação da faixa.

Ouça o álbum “O Tempo Salta”:

Com sua voz preparadíssima e interpretação impecável, Daniella conta histórias sobre o tempo. O tempo de dentro, que salta, que para, que corre, que sempre surpreende. As canções, com arranjos de João Marcondes, traduzem estes tempos pelos quais todos nós passamos. Tempos de dor, de dúvida, de pouco entendimento. E tempos de amor, de contemplação, de serenidade. Tempos de gratidão.

SERVIÇO:

“DANIELLA ALCARPE “O TEMPO SALTA”

DATA: 01.09.2013

HORÁRIO: 19:00

LOCAL – TEATRO ALFREDO MESQUITA, AVENIDA SANTOS DUMONT, 1770 – SANTANA – (11) 2221-3657

ENTRADA FRANCA

Anúncios

Capa-CD-onde-bate-sol-LUIS-ARANHA_baixa

Paulo Ragassi recebeu na sexta passada, nos estúdios da allTV, o compositor, cantor, violonista Luis Aranha.

Assistam ao programa na íntegra:

As canções de Luis Aranha transitam por diversos gêneros musicais, mostrando grande influência de mestres da canção brasileira, mas sem deixar de imprimir sua personalidade ao trabalho. Composto por 11 faixas, o álbum pode ser entendido em três partes. Na faixa ‘Não Peço Socorro’, um samba clássico que recebeu um riff de guitarra com distorção, Luis mostra de saída as referências e fusões expressas em todo o seu trabalho. Na sequência, ‘Sentado na Soleira’ e ‘Valsa para um encontro’, apresentam as vertentes rurais e românticas. O prólogo se encerra com ‘Mistura Fina’ (faixa 4), síntese de todos estes elementos. Devidamente apresentado, o compositor nos convida a um mergulho pelos caminhos e descaminhos do amor numa espécie de suíte em três movimentos: ‘Teu Tempo’ (o início), ‘Acalanto’ (o fim) e ‘O Amanhã’ (o recomeço). Depois dessa travessia, no sentido roseano da palavra, o caminho começa a se iluminar. A terceira parte, que inclui a faixa que dá nome ao disco, se inicia com ‘Tem Canção’ e termina num final apoteótico com o frevo ‘O Amor na Banguela’. A faixa bônus é fruto de uma história contada por uma aluna de 8 anos.

Walter-Mourão-lança-seu-disco-de-estreia

Hoje no PROGRAMA TA LIGADO, tive o prazer de receber dois jovens talentos: Walter Mourão e Alexandre Fabbri!! Recomendo o CD “Sonho”, aliás um sonho mais que concretizado por Walter Mourão!!

Segue o programa na íntegra, dividido em 2 partes:

8

Nesta sexta-feira às 16h pela http://www.alltv.com.br, Paulinho Ragassi recebe no PROGRAMA TA LIGADO, o cantor, compositor, e guitarrista WALTER MOURÃO.

Será o dia 21 de setembro às 22h30 no Café Paon.: Avenida Pavão, 950, Moema. Desta vez o show “SAMBA-FUSÃO” contará com as participações das cantoras IZZY GORDON e ULLY COSTA. Conheça e ouça a voz dessas duas divas em: www.izzygordon.com (site Izzy Gordon) e www.sandaliadeprata.com.br (site da banda da Ully Costa)

 Saiba mais sobre Lia Cordoni em: www.liacordoni.com

Formação da Banda:

Jairo Cechin: violão e vocais

Renato Alves: guitarra

Stefano Moliner: baixo

Rodrigo Mardegan: bateria

INGRESSOS ANTECIPADOS COM DESCONTO!!

SAMBA-FUSÃO

RELEASE:

O show “Samba-Fusão” é um show autoral com canções inspiradas nas diversas vertentes do samba, que passeiam por outros gêneros musicais, sem estigmas. Um “sambaião”, outro samba primo da bossa, um samba-soul, um ijexá que se transforma em samba-de-roda, outra canção com influências de choro e maxixe… Tudo isso caracteriza o “Samba-Fusão”: um projeto que busca a união do tradicional com o contemporâneo, um “samba estilizado” que retrata um pouco da mistura que é o nosso Brasil!

DISTRIBUIÇÃO do CD SAMBA-FUSÃO:

TRATORE

http://www.tratore.com.br

Este show conta com o APOIO de:

“TRÍADE INSTITUTO MUSICAL”

http://www.triade.mus.br e 

“STÚDIO COREOGRÁFICO CORPORE SANO”

http://www.studiocorporesano.com.br

Mais informações sobre o show e sobre a Programação do “CAFÉ PAON” em:

www.cafepaon.com.br

Ana Brasil & Ronaldo Perez

Neste sábado no PROGRAMA SINTONIA TAH LIGADO às 18h pela http://www.mkkwebradio.com.br, Paulinho Ragassi & Anabel Bian dão destaque à ANA BRASIL & RONALDO PEREZ.

Assista ao video do pocket show realizado na festa de 3 anos do PROGRAMA TAH LIGADO:

TENDO NOMES COMO OS CANTORES AGOSTINHO DOS SANTOS E NELSON FERNANDES MORAIS ( BRANCA DI NEVE ) NA FAMILIA, A CANTORA ANA BRASIL DESDE CRIANÇA JÁ OUVIA E CANTAROLAVA OS SUCESSOS DOS ARTISTAS DENTRO DE CASA, FAZENDO ASSIM DO CANTO, UM HÁBITO. DE TIMBRE SUAVE E DIVISÃO SINCOPADA SUAS INTERPRETAÇÕES PASSAM SEMPRE MUITA ALEGRIA. COM FORMAÇÃO POPULAR O VIOLONISTA, ARRANJADOR E PRODUTOR MUSICAL RONALDO PEREZ, INICIOU SEU APRENDIZADO OUVINDO PIXINGUINHA, JOÃO GILBERTO E PAULINHO DA VIOLA. JÁ ATUOU AO LADO DE VÁRIOS ARTISTAS NACIONAIS PELA AMÉRICA LATINA, ÁFRICA, USA E CANADÁ. O DUO FORMADO HÁ 10 ANOS, APRESENTAM CLÁSSICOS DA M.P.B ( TOM JOBIM, CHICO BUARQUE, TOQUINHO E VINÍCIUS, JOÃO GILBERTO ) MANTENDO O ESTILO BOSSANOVISTA. RECENTEMENTE LANÇOU O CD INÉDITO AUTORAL INTITULADO NOSSO SAMBA BOSSA NOVA.

Neta da compositora carioca Dináh Menezes e do jornalista Carlos Menezes,Babi Mendes começou a estudar Inglês aos 9 e começou a cantar com 14 anos de idade. Estudou canto popular em conservatórios santistas e, desde cedo, mostrava interesse por jazz, blues, bossa nova e R&B. A música norte-americana sempre foi sua maior influência, mas tem Tom Jobim, Chico Buarque e Milton Nascimento como grandes fontes de inspiração na música popular brasileira.

Ella Fitzgerald, Billie Holiday, Betty Carter e Nina Simone são referências no trabalho desenvolvido por Babi assim como as cantoras contemporâneas Norah Jones, Diana Krall, Diane Schurr, Jane Monheit e Karrin Allyson. No repertório, desde 2003, quando retomou sua atividade como cantora em Santos, estão standards de jazz de compositores como Duke Ellington, Nat King Cole, Benny Goodman, George e Ira Gershwin, Louis Armstrong e Cole Porter. Acompanhando músicos da região, seja em um duo de jazz (voz e guitarra elétrica) ou em participações com quartetos e bandas, Babi Mendes já teve a oportunidade de cantar em diversas casas com as mais diversas formações. Participou do projeto Santos de Casa, do SESC Santos, como convidada na apresentação de Maurício Fernandes Quarteto em 2006. Atualmente, além da colaboração com o quarteto The Old News e apresentações diversas, trabalha em canções próprias com o guitarrista Pedro Ramos. Além do estudo do Jazz, Babi estudou canto lírico e canto para musical e fez parte do grupo integrante da primeira turma de performers da 4act School of Performing Arts também em SP. Babi escreveu as canções que compõem “Short Stories” entre os anos de 2003 a 2010. Jornalista, professora de Inglês e Português, o que mais gosta de escrever não é notícia, nem literatura:mas canções.“Short Stories” é seu primeiro álbum.